quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Aquela noite... Quente como o México.

Existem histórias que parecem melhorar com o tempo. Aqueles momentos que vivemos, e que, a cada vez que a memória traz as lembranças, vivenciamos novamente cada fato, cada ação, cada cheiro, cada suspiro.

Queridos, é quase meia-noite, estou sem sono, e decido sentar-me diante do computador, inspirada e literalmente gozada (depois de uma deliciosa noite com o Sr. Wet), escrever sobre a minha primeira vez com uma mulher.




Quando nos comunicamos por celular, informando que atrasaríamos no nosso ponto de encontro, eles também confirmaram o atraso. Tensão misturada com tesão deixava-me cada minuto mais louca, molhada em êxtase puro!

No carro, colocamos uma música mais agitada para conter os ânimos, afinal pegamos o pior caminho para quem pretendia chegar ao destino de forma rápida. O trânsito congestionado em pleno sábado à noite... tensão aumentando...

Chegamos ao local, quase que no mesmo minuto recebemos a mensagem no celular “Estamos na parte de cima”. Saímos do carro, entramos no ponto de encontro, subimos as escadas e lá estavam eles. Ela, linda, de trança e um belo vestido acompanhado de um sorriso sexy e insinuante. Iniciamos as nossas conversas, risadas, tão sintonizadas que aparentávamos ser  amigos de longa data, o máximo! Afinidade é sem dúvida afrodisíaca!

Depois de alguns mojitos, margaritas e tequilas, começamos com os papos mais quentes, já estávamos desinibidos o suficiente para falar de relacionamentos, sexo, fantasias, desejos, que por fim, quando percebemos, a mesa ao lado estava concentrada e descontrolada em ouvir as nossas conversas! Era um misto de maridos cutucando as esposas e namoradas e vice-versa de forma muito excitante! Depois de idas e vindas do toilette, nossos queridos já tinham acertado a conta, e estavam nos esperando... Decisão? Unânime, seguimos para o Motel!

No caminho, paramos os carros e o Sr. Delícia veio com a seguinte frase: “Queridos, desistimos”. Respondo apenas: “Sr. Delícia, eu te mato!”. Rimos muito, deixamos o nosso carro na pousada, próxima do local do “crime”, e seguimos no carro deles - mais que excitante.

Subimos todos. Nós mulheres fizemos um breve charme e pedimos para que os meninos esperassem lá no estacionamento enquanto nos arrumávamos, ou melhor, nos despíamos para uma performance ainda melhor... ;))

Papo vai e papo vem, peguei um espumante (pedi para os meninos abrirem, levei o mesmo até a garagem seminua... uma delícia!) para que eu e a Sra. Delícia relaxássemos um pouco mais. Afinal, era a primeira vez de nós duas.

Não tive como não olhar aquele corpo delicioso com aqueles seios fartos, rosados e lindos!!! Percebi que ela também me olhava de uma forma insinuante pedindo para agarrá-la. Tirei meu vestido, e, juntas e apenas de calcinha, fomos conferir o nível da água na banheira que estava pronta para receber as duas damas. A água estava perfeita, entramos.

Sra. Delícia descaradamente tira sua calcinha e coloca fora da banheira... tiro a minha e não houve mais quem se segurasse, a vontade, o desejo, eram grandes demais, nos beijamos... Aquele beijo gulosamente gostoso, nossas línguas buscavam uma a outra, trançavam-se de forma insaciável, e nossos lábios queriam mais e mais... Enquanto nos beijávamos, senti minhas pernas amolecerem enquanto acariciávamos nossos corpos. Chupávamos nossas línguas, e nossos lábios queriam mais e mais... Nossas mãos estavam inquietas e buscavam percorrer os nossos corpos por inteiro, libidinosamente. Nossos seios encontravam-se todo o tempo, nossos bicos roçavam em nossas peles molhadas e por algumas vezes encontraram-se frente a frente como querendo beijar-se também... Nossos homens, já estavam em estado de contemplação pela cena maravilhosa.





Com ela por cima, trocamos sussurros, “que delícia, que corpo gostoso” , “gostosa”..  Em seguida peguei aquela bunda escultural, assim como os nossos homens fazem quando querem mais de nós, apertei-a deliciosamente contra a minha perna, e pude sentir seu clit delicioso em minha coxa, roçando, pedindo....






Sra. Delícia correspondeu atacando meus peitos. Suas mãos agarraram-me de um jeito faminto e delicioso, seus dedos tocavam o meu bico de forma macia e leve quando de repente, senti aquela boca gostosa e quente mamando-me 
deliciosamente sem parar!!!

Descendo com seus dedos pela minha barriga, começou a brincar com a minha pussy. Ela lubrificava seus dedos em minha pussy, com eles lambuzados voltava a acariciar o meu clit, eu estava doida de tanto tesão... Rolamos na banheira, e, trocando de lado comecei  esfregar meu clit na coxa dela. Meu corpo pedia mais e mais, gemíamos baixo, nos contorcíamos juntas.

Não agüentava mais ver aqueles seios delineados com os biquinhos durinhos e não tê-los em minha boca, era a minha vez de mamá-los. Dei leves mordidinhas para fazer a Sra. Delícia ficar ainda mais molhada... meus dedos sentiam aquela pussy encharcada...desci e encontrei, da forma mais delicada e macia possível, meu lábios carnudos naquela pussy gostosa, eu encostava a ponta da minha língua bem de leve no clit da Sra. Delícia, ela gemia gostoso e gemia mais quando enterrava a minha linguinha pra dentro da pussy dela...




Notei que o Sr. Delícia beijava a Sra. Delícia e o Sr. Wet me acariciava deliciosamente por trás, seus dedos, sem parar, entrava e saiam da minha pussy...com tamanha excitação, os meninos perceberam que ficariam para um segundo round, e nós ainda nos degustávamos na banheira...eu não agüentando mais o tesão posicionei estrategicamente minha pussy no jato da hidro, é uma loucura sentir aquele jato forte vindo diretamente na sua pussy, eu estava quase gozando...





Esvaziada completamente a banheira, eu ainda estava chupando aquela pussy deliciosa, quando decidi enfiar o meu dedinho na sua pussy... Sra. Delícia gemia mais forte, sua respiração aumentou então aumentei a velocidade da língua e comecei a friccioná-la mais fortemente, e eu, fiz o máximo de pompoarismo para gozar e gozei....que d e l í c i a!
Ainda com corpo totalmente “gozado” e não parei de chupá-la... percebi  seu pescoço vermelho, sua pussy contraía em meus lábios e a senti gozar deliciosamente em minha boca...

Sensação indescritível – e imagem idem – exaustas, vimos nossos maridos delirando com o que acabavam de presenciar...rsrs...

Sinto-me mais mulher por gozar com outra mulher. Só quem já experimentou pode dizer quão delicioso, quão suave, macio e prazeroso é.

Arrumamos-nos, nos despedimos e ficou aquele gostinho de quero mais....

Mas quem sabe, quem sabe... ;)))






Beijos,
Sra. Wet.

9 comentários:

Helena Blue Moon disse...

Vocês e suas histórias deliciosas...estávamos sentindo falta!

Conde Vlad disse...

AÊÊÊÊÊÊ... Voltaram e com grande estilo. Duas gatas se pegando na banheira. Ahhhhhhhhhhhh quanto tesão. rsrs..

Sejam bem-vindos de volta.

Beijos do Conde.

Bandy disse...

Deliciosa e linda historia

Casal Crazy! disse...

Essa historia foi um show a parte! Que momento gostoso, e que fotos são essas! Que sorte esses maridos tiveram..

As duas são muito sexys! Bjos

Love disse...

UAU...PARABENS...LINDISSIMAS E SEXY!
JA VIREI SUA SEGUIDORA!
BEIJOS LOVE!


adamadefara.blogspot.com

lovediaba.blogspot.com

Maria disse...

Adorei tudo!
Segui, linkei e comentei, rs

bjs

Desejos e Fantasias de Casal disse...

Olá... adoramos seu blog e postagens.. e seu blog está na nossa lista de blog que seguimos e tb colocamos seu banner nos nossos parceiros, ficariamos honrados se pudesse nos linkar tb


beijos

Cris e Junior
http://desejosefantasiasdecasal.blogspot.com/

Mrs. Myah disse...

Amei a história e amei as fotos!
A última com a carinha de safada olhando pro marido foi tudo!
Beijos gostosos em vcs...
Myah

David disse...

Bonitos relatos que le ponen un buen cuerpo a todo el mundo

Hasta pronto saludos

Postar um comentário